sexta-feira, 20 de março de 2009

Bastidores da visita de Bento XVI à Angola

500 dólares por um lugar à mesa no Cine Tropical: 
São Francisco de Assis deve ter achado petróleo no túmulo

Nota extraída da coluna Gente (que eu não consigo parar de ler), do Jornal de Angola:

Visita de Bento XVI reúne católicos no Tropical

Foi uma gala que envolveu, na sua maioria, figuras da Igreja Católica, mas ao qual se associaram também várias personalidades políticas e sociais. Um dos propósitos da realização do segundo jantar realizado no Cine Tropical, na noite de terça-feira, pela comissão organizadora da visita do Papa, foi alcançado: a comissão encaixou 150 mil dólares, mais 30 em relação à primeira gala, que teve lugar há um mês no Complexo da Endiama, onde foram arrecadados 120. Quer uma, quer outra actividade serviram para angariar fundos para fazer face aos gastos com a visita a Angola de Bento XVI. No Cine Tropical, as 30 mesas de dez pessoas montadas estiveram preenchidas e cada pessoa contribuiu com 500 dólares. Um dos atractivos da noite foi a homenagem ao antigo pontífice de Benguela, D. Óscar Braga, e a intervenção do músico Dodó Miranda. O bispo, agora administrador apostólico da diocese de Benguela, foi glorificado pelo trabalho desenvolvido no bispado da província desde os anos 70 do século passado.

Um comentário:

ParadoXos disse...

Angola em destaque - sim!!

forte abraço