segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Angola 2009

Como correram melhor do que o próprio MPLA esperava as legislativas de 2008, o presidente José Eduardo dos Santos parou de dizer que não mais seria candidato a reeleição nas presidenciais de 2009.

E então, coincidentemente, surgiram espalhados pela cidade centenas de cartazes como esse, com excertos de discursos do presidente. Quem achar que estou exagerando, pode fazer uma visita ao Aerograma, onde o companheiro Afonso Loureiro mostra melhor a decoração zéduardiana de Luanda.

2 comentários:

fernando baião disse...

Você nunca exagera, como já referi noutro sítio, se José Eduardo dos Santos não fosse candidato, p'ra quê, tantos cartazes?

joão disse...

F., o buraco é mais embaixo. A fofoca agora é que as eleições presidenciais serão indiretas, via Parlamento, como na África do Sul. O Mais Velho já falou sobre essa opção num discurso recente (o que foi interpretado por muitos como um sinal de que ele já tomou a decisão). Acho bem possível.