terça-feira, 8 de abril de 2008

Um mês em Angola

Luanda (pelo menos para mim) funciona assim:
  • No final do primeiro dia, você acha que não vai aguentar uma semana;
  • No final da primeira semana, você tem certeza de que não dura um mês;
  • No fim do primeiro mês, bom, você já está achando que um ano talvez seja pouco...

3 comentários:

Nancy Casagrande disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Viver em Luanda disse...

Caros F. e P.

Imagino a sensação de vocês... já passei por isso. Não só aqui como em diversos outros lugares.

O importante é fazer aquilo que está aqui para fazer e procurar ser feliz em cada instante.

Nunca desenvolvi tanto a arte do bom humor como aqui. Chego a me divertir com as situações exdrúxulas por que passo.

Não adianta ir contra a corrente, o importante é fazer com diz o Paulinho da Viola...

"Faça como o velho marinheiro que durante o nevoeiro leva o barco devagar..."

Aproveitem a vida e Angola.

Saudações,

Hélio

F. disse...

Nancy, ainda é possível encontrar boa parte dessa beleza de 40 anos atrás. Basta olhar de perto. Mas acho que a P. concorda com você sobre o prazo de um ano... (rs)
Hélio, você tem toda razão. Seu comentário serve como conselho para todos os brasileiros que nos lêem e pretendem viver em Luanda. O importante é não se fechar a este país.